Os olhos são muito sensíveis e podem ser afetados por doenças com diferentes causas. Bactérias, vírus e alergias são alguns fatores que levam ao desenvolvimento de doenças oculares. Mas você sabia que doenças como câncer também acometem os olhos?

Além de ser uma região que pode ser afetada pelos tumores, existe uma outra situação que pode afetar os olhos. Por exemplo, o câncer de próstata pode ser o responsável por causar a metástase ocular. 

Nesse artigo, vamos tirar as suas principais dúvidas sobre a metástase ocular, causada pelo câncer de próstata. Além disso, vamos tirar algumas dúvidas sobre o câncer nos olhos. 

Os diferentes tipos de câncer e a atenção especial para a metástase ocular

Em novembro vivemos o novembro azul, campanha de conscientização da população para a prevenção do câncer de próstata. Em outubro, a campanha do outubro rosa, reforça a importância da prevenção contra o câncer de mama e do colo do útero. 

Esses tipos de câncer, especialmente o de mama e o de próstata, propiciam ainda mais o desenvolvimento de um câncer nos olhos. Existem muitos estudos que avaliam o desenvolvimento do tumor nos olhos, por consequência da metástase. O estudo ainda aponta que a metástase oriunda desses tumores, envolve, em sua maioria a coróide. Mas também podem comprometer a íris, corpo ciliar, nervo óptico, retina e vítreo.

São raros os casos em que o paciente pode desenvolver sintomas como, olhos vermelhos e dores oculares. Mas a diminuição da visão, pode ser um alerta para o paciente. 

Em alguns casos, a metástase pode ser o primeiro sinal de um câncer que vem se desenvolvendo no paciente. Mesmo sendo raros os sintomas, pode acontecer que, durante a consulta de rotina com o oftalmologista, ele salve a vida do paciente ao descobrir um tumor desconhecido.  


Durante a consulta de rotina o médico oftalmologista pode identificar alterações do câncer nos olhos

Metástase ocular durante o tratamento de câncer

Existem também casos em que o paciente já está passando por um tratamento de câncer e desenvolve a metástase nesse período. É comum que durante o tratamento, existam queixas, como baixa de visão durante o tratamento, olho seco, catarata ou problemas mais sérios, como infecções. 

Durante o tratamento, os médicos oncologistas acompanham todas as possibilidades de desenvolvimento de uma possível metástase nos pacientes. Em caso de positivo para um desenvolvimento de câncer no olho, será necessária a realização de tratamento também para esse novo caso. 

Como tratar o câncer nos olhos causado por metástase 

Os casos de metástase ocular são tratados junto com o processo de quimioterapia ou radioterapia para os demais órgãos acometidos pelo câncer. Geralmente, eles contam com o auxílio de exames de ultrassom, onde o médico oftalmologista acompanha a regressão do tumor.

As formas de tratamento podem variar de medicações, radioterapia ou cirurgia. É muito importante que o oftalmologista avalie o tamanho e avalie se é um tumor agressivo. Desta forma, ele poderá buscar a melhor forma de tratá-lo.

Além de manter sempre uma atenção especial para qualquer alteração na visão, é importante se lembrar que a melhor maneira de prevenir o câncer no olho e qualquer outro problema, é através de consultas e exames periódicos. 

 

Quais são os outros tipos de câncer nos olhos e como acontecem?

O desenvolvimento de um tumor no olho é algo, relativamente, raro. Eles podem se desenvolver durante a vida ou podem surgir logo após o nascimento. Mas é muito comum que, na fase adulta, esses tumores se desenvolvam por origem de outros, a chamada metástase.

Mas, antes de falarmos sobre isso, é muito importante compreender que existem diferentes tipos de câncer que se desenvolvem nos olhos. Os principais são: melanoma de coroide, carcinoma conjuntival e, então, a metástase ocular. 

1. Melanoma de coroide

Esse tumor geralmente afeta pessoas adultas, de ambos os sexos. Ele ocorre na região intra ocular, ou seja, dentro do olho. Ele pode ser diagnosticado durante exames de rotina, por exemplo, no exame de mapeamento da retina. O tratamento pode ser realizado através de cirurgia para braquiterapia ou em alguns casos, com a remoção do globo ocular.

2.  Carcinoma conjuntival

Os Carcinomas são tumores oculares que afetam a superfície ocular. O seu nome está totalmente associado com o local que afeta: as células de revestimento da conjuntiva, chamadas de epitélio. Geralmente, a pessoa tem como sintomas, olhos vermelhos com frequência, surgimento de pequenas feridas na borda da pálpebra ou até pintas na superfície dos olhos. O tratamento é através de cirurgia, aliados a tratamentos complementares, como colírios quimioterápicos.

3. Metástase ocular

Como já adiantamos, tumores formados em alguma região do corpo podem levar ao desenvolvimento de metástase. O câncer nos olhos é bem comum nesses casos. Isso acontece pelo envio dessas células através da corrente sanguínea. Ela geralmente acontece na região mais vascularizada dentro do olho, a coroide. O principal sintoma é a piora na visão. 

4. Retinoblastoma

Esse é um tipo de tumor infantil que costuma aparecer até os 5 anos de idade. Ele pode ser causado por fatores hereditários e afeta a retina. Se não diagnosticado e tratado, ele pode causar cegueira e até mesmo a morte do paciente. O principal sintoma é a lecocoria, um reflexo branco na pupila, conhecido como reflexo do olho de gato. Seu diagnóstico se dá durante o exame de fundo do olho e a ressonância magnética de órbita. O tratamento acontece com quimioterapia, radioterapia e terapia a laser. Em alguns casos pode ser necessário remover o globo ocular.

A detecção precoce é sempre a melhor forma de garantir bons resultados no tratamento das doenças relacionadas à visão. Conte com o HOlhos para cuidar da sua saúde visual. Fale conosco e marca a sua consulta.

 

Está com alguma dúvida? Envie sua pergunta para que possamos te ajudar.

Leia também

  • Cuidados
    Saúde ocular da mulher: o que você precisa saber
    Em meio a um turbilhão de eventos que acontecem no corpo feminino, a visão sempre merece o seu destaque.
    saiba mais
  • Cuidados
    Hipertensão e retinopatia hipertensiva: o que é e como tratar
    A hipertensão pode causar sérios danos a sua Retina. Por isso deve-se sempre controlar a pressão arterial e fazer consultas regulares com o seu médico. Saiba mais nesse artigo. 
    saiba mais
  • Tratamentos
    5 motivos para você fazer cirurgia refrativa durante o isolamento social
    Na busca pela independência, a cirurgia refrativa é uma excelente opção. Nesse artigo, conheça 5 motivos para fazer a cirurgia refrativa durante o isolamento social. 
    saiba mais

Quer receber mais conteúdo? Assine!

Marque sua consulta!